sábado, 4 de julho de 2009

Currículo

Para Zuco

Já cansei de deixar meu currículo no jornal F, no G e no H. O meu cu é que não vou deixar pra esses filhosdaputa.

José Fonseca. Formado em Jornalismo. Quero dizer, recém formado. Terminei meu estágio há três dias. Não fiquei na empresa. Política suja. Filhosdaputa.

360 reais e ainda os filhosdaputa descontavam vale-transporte. E sem direito a nada.
Por isso que eu saí louco por aí. Distribuindo currículo por tudo que é canto.

Adiantou?

Nem precisa responder.

Meu último copo de cana, porra! Esses filhosdaputa. Mas eu vou aproveitar cada gole. Pensar um pouco e depois decido o que fazer.

Como se fosse fácil.

Plim!, resolvi. Porra, não é bem assim. Esses filhosdaputa.

E vem tudo junto. Pra casa é que não vou, pois posso piorar ainda mais as condições de saúde dos velhos.

Só fiz o meu trabalho. Não o meu - o deles. Quando as informações não eram do agrado deles, eu falava o que eles queriam. Sem mudar uma vírgula. E muitas vezes colocava belas palavras na boca deles. Política podre. Filhosdaputa.

“Nunca vi um jornalista formado falar assim, usar gírias e ter um vocabulário desses”, o filhodaputa disse, rindo.

Chegaaa!!!

Tomei o último gole de cana, peguei a arma do bolso da jaqueta e dei um tiro na boca daquele filhodaputa. Era um filhodaputa como todos os filhosdaputa que conheci em toda a minha vida.

Nunca mais fala uma coisa dessas, e não ri dos outros, seu filhodaputa.

Agora sou outro. E com outro currículo.

Saí daquele bar de merda, sorrindo como se nada tivesse acontecido.

3 comentários:

  1. Estive por aqui em visita ao seu blog! Abraços Ademar!!

    ResponderExcluir
  2. Ari, gosto muito dos teus contos com essa tônica urbana, social. E tem uma narrativa muito boa para cinema, acho: leio vendo a cena. Muito bom!

    abração

    ResponderExcluir
  3. Grande Ari!
    Me descrevendo como se eu fosse O Cobrador do Rubem Fonseca? Heheheeh.
    Boa a narrativa. Rápida e ríspida.
    Quem sabe um dia fico igual ao personagem e mando tudo pro ar. Quase aconteceu pouco tempo...

    Um abraço,
    continue escrevendo,
    que nós continuamos lendo!

    ResponderExcluir